Sábado, 11 de Julho de 2020

Brasil

Publicada em 09/06/20 às 10:05h - 15 visualizações
TSE diz que há consenso médico para adiamento das eleições municipais

TSE


 (Foto: TSE)

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, e o vice-presidente da Corte, Luiz Edson Fachin, se reuniram na tarde de ontem, segunda-feira (8) com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, para discutir a realização das eleições municipais em meio à pandemia do coronavírus.

Barroso relatou aos líderes que conversou nas últimas duas semanas com oito especialistas (epidemiologistas, infectologistas, sanitarista, físico especializado em estatística de pandemia e biólogo). O ministro afirmou aos parlamentares que há um consenso médico sobre a necessidade do adiamento por algumas semanas – primeiro turno entre a segunda quinzena de novembro e o começo de dezembro. Barroso deixou claro, porém, que a definição da data é uma “decisão política”.

“Todos os especialistas têm posição de consenso de que vale a pena adiar por algumas semanas, mas não deixar para ano que vem (2021) porque não muda muito do ponto de vista sanitário. Eles acham que agosto, setembro, a curva pode ser descendente. Endossaríamos, portanto, a ideia de adiar por algumas semanas”, disse Barroso aos parlamentares.

As datas do pleito serão definidas pelo Congresso, uma vez que o dia da eleição está previsto na Constituição – primeiro domingo de outubro -, e para altera-lo é necessária emenda constitucional.

Os parlamentares propuseram que os líderes partidários das duas Casas participem de conversas com os médicos. O TSE se comprometeu a organizar reunião com especialistas na semana que vem. A partir da conversa, Câmara e Senado darão andamento à análise das propostas sobre adiamento do pleito.

Ministros e parlamentares também trataram sobre a necessidade de alterar algumas datas importantes vinculadas ao pleito. A questão, porém, será discutida no âmbito do Congresso Nacional.

O presidente do TSE relatou conversas internas para ampliar o horário da votação para 12 horas e prever campanhas para votação em horários conforme a faixa etária. Barroso também pediu ajuda do Congresso para obtenção de doações de empresários para materiais de proteção aos mesários e eleitores, como máscaras e álcool gel.

Fonte: TSE




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:





Estatísticas
Visitas: 221774 Usuários Online: 84


Publicidade Lateral
Galeria de Fotos
No Ar
Santa Missa
(79) 9.9607-2550

Peça sua Música

  • Marcia Nogueira
    Cidade: São Paulo
    Música: Milagre de Deus com Carlos Benethi
  • Normando
    Cidade: São Cristóvão SE
    Música: É de categoria
  • Tiago, o Taoca
    Cidade: Aracaju
    Música: Stronger Than Ever do Raleigh Ritchie
  • Valdete Pereira Costa
    Cidade: NOSSA SENHORA DO SOCORRO
    Música: Amigos - Anjos de Resgate
  • EDILSON DIVINO DE ARAUJO
    Cidade: Aracaju
    Música: Admirável Gado Novo
  • MARIA GICELIA DE JESUS MATOS
    Cidade: Aracaju
    Música: meu querido meu velho,meu amigo
Bate Papo

Digite seu NOME:


Rádio Jubileu FM 105,9 - A emissora do coração!
Copyright (c) 2020 - Rádio Jubileu FM - Todos os direitos reservados